• sexta-feira, 8 de junho de 2012

    Documentário ´Obsession´

    EXCELENTE, POLÊMICO, PERTURBADOR: FILME DOCUMENTÁRIO ´OBSESSION´

    obsession

    Eis o documentário ´Obsession - Radical Islam´s War Against the West´ (´Obssessão: A Guerra do Islamismo Radical Contra o Ocidente´). Sobre o documentário, o blogueiro Marcos Boldrini escreveu: "O totalitarismo islamista é a "fusão" do nazismo e do comunismo que, apelando ao tradicionalismo do primeiro com o universalismo do segundo, subverteu o Islam em nome de um causa que destrói e escraviza a própria fé que diz professar. O documentário Obsession - Radical Islam´s War Against the West (Obsessão - a Guerra do Islam Radical Contra o Ocidente) mostra claramente, e com um sinceridade necessária para abrirmos os olhos ao novo totalitarismo que alastra-se pelo mundo, de que forma o radicalismo islâmico vem penetrando nos adeptos muçulmanos, inclusive dentro do mundo ocidental.





    Parte 1


    Parte 2 - A Mídia do Terrorismo


    Parte 3 - A Cultura da Negação


    Parte 4 (Final) - Hitler e o Mufti


    O blog ´Gladius´ (Portugual), diz o seguinte sobre o filme: "O documentário, estreado em 2005, é composto de filmagens retiradas dos meios de comunicação social árabes, intercalados com comentários de especialistas e conhecedores do mundo islâmico. Podem observar-se apelos à jihad ou guerra santa transmitidos por canais televisivos muçulmanos, incluindo a declaração, clara e inequívoca, da vontade islamista de tomar o planeta; a mesma mensagem é audível em filmagens de mesquitas e em escolas islâmicas (madrassas). Este trabalho cinematográfico ganhou o prémio do Best Feature Film 2005 Liberty Film Festival e recebeu posteriormente outros galardões, mas, sintomaticamente, permanece quase por completo desconhecido do grande público... E não admira que assim seja - mesmo dizendo o filme que a maioria dos muçulmanos são pacíficos, a politicagem correcta fica incomodada com o seu conteúdo, o que poderá surpreender os ingénuos que não percebam que o que a politicagem correcta realmente quer é que nada de muçulmano, extremista ou não, receba uma crítica séria e consequente. Para a claque multirracialista/multiculturalista, só se pode falar do Islão radical para se dizer que «é minoritário e não verdadeiramente muçulmano», e parou aí, não se diz mais nada que não é preciso, tudo o resto é «supérfluo» e «incita à xenofobia»... E porquê? Porque a hoste anti-racista e islamófila não quer que os Ocidentais percebam isto: dos mil milhões de muçulmanos que há no mundo, supõe-se que a percentagem dos que simpatizam com posições extremistas não vá além dos vinte ou trinta por cento, coisa realmente minoritária, pois é - só que vinte por cento de mil milhões são duzentos milhões. Duzentos milhões. E disseminados um pouco por todo o mundo, inclusive Europa.".

    Convido-o a ver, caro leitor. Desligue a (cada vez pior) tv aberta, e assista ao filme, com calma. Analise se há ou não manipulação da mídia social-democrata (para não dizer ´socialista´ ou pró-esquerdista) e o radicalismo predominantes no mundo árabe. Observe que, cada vez mais, a idéia de ´domínio´ ou ´imperialismo´ ocidental é utilizado como justificativa para os atos de ´desespero´ de uma ´minoria oprimida´. Não se conhecem os reais esforços diplomáticos adquiridos pelos islâmicos (radicais), mas sua beligerante e cada vez mais poderosa forma de aliciamento de mentes ocidentais em pró de uma causa que, para muitos, é clara: A subversão da ordem ocidental e a erradicação total do Cristianismo.
    Fonte – fatoemfoco

    2 comentários:

    Postar um comentário

    Termo de Responsabilidade

     

    virtude cristã © 2008. Thanks to Blogger Templates | Template Design By: SkinCorner